Apenas um pontinho azul...

A imagem acima representa tudo o que conhecemos e vivemos durante nossa curta passagem por aqui. Este minúsculo ponto azul que fica girando no espaço infinito é onde moram nossos sonhos, nossas alegrias, nossas tristezas e nossos amores.  É este lugar do qual quase nunca lembramos, o qual quase nunca apreciamos por causa da correria do nosso dia-a-dia, que nos dá tudo que precisamos para permanecer... Fazendo o que sempre fazemos... Seja lá o que for.
Visto do espaço podemos compará-lo a um paraíso em meio a tanto vazio, em meio a um deserto gelado, onde as distâncias são medidas por “ano luz”. Um paraíso visto do céu... Mas que sofre em terra firme pela ausência de seus moradores (não a física), eles que mesmo usufruindo de todos os seus recursos renováveis e não renováveis, teimam em esquecê-lo, nem todos, é verdade... Mas a grande maioria de seus inquilinos persistem em não abrir os olhos, a boca, a mente e levantar uma bandeira de paz para com seu hospedeiro fiel. Este que agora agoniza, sofre, chora em desespero tentando de alguma forma se fazer ouvir por aqueles pelos quais sempre zelou, doou e alimentou.  Será que alguém ouvirá sua voz? Ou será que  nossos ouvidos estão tapados para ouvir o que o nosso pontinho azul, nosso lar, nossa Terra está querendo nos dizer? Será que o vácuo do espaço está também aqui, dentro de nós?

Por: Alexsandro Palermo
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

Não se preocupe! Os comentários aparecerão em breve. ConversãoConversão EmoticonEmoticon